Público de Novos Hábitos

On line agora

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Não há nada superior à verdade.




A palavra verdade pode ter vários significados, desde “ser o caso”, “estar de acordo com os fatos ou a realidade”, ou ainda ser fiel às origens ou a um padrão. Usos mais antigos abrangiam o sentido de fidelidade, constância ou sinceridade em atos, palavras e caráter. Assim, "a verdade" pode significar o que é real ou possivelmente real dentro de um sistema de valores

Esta qualificação implica o imaginário, a realidade e a ficção, questões centrais tanto em antropologia cultural, artes, filosofia e a própria razão. Como não há um consenso entre filósofos e acadêmicos, várias teorias e visões acerca da verdade existem e continuam sendo debatidas. (Fonte: Wikipédia).



Começo este artigo, dizendo: Não há nada superior à sua verdade. Me explico melhor. Quando falo esta frase me refiro a verdade da sua essência, ou seja, da obra prima da criação que é você. No entanto, tendemos a nos misturar e consequentemente nos corromper com o tempo.

O famoso dar um jeitinho, fazer só para agradar os outros e se colocar debaixo do tapete. Se você acompanha os meus artigos, provavelmente sabe que eu falo muito a respeito do poder pessoal, caso seja a primeira vez que leia algo que escrevo seja bem-vindo (a), eu falo muito sobre isto.

Pense sobre esta frase: A si mesmo seja verdadeiro.

Faz bastante tempo que atendo as pessoas e ministro cursos sobre o empoderamento, posso te dizer que as coisas vão mal quando a pessoa perde a sua verdade, para seguir a verdade alheia, ou seja começa a fazer coisas só para agradar os outros. 



Nada contra agradar as pessoas, mas desde que isto seja algo genuíno, algo que você queira fazer por sua vontade e não por causa de uma voz na sua cabeça, te cobrando e condenando, a respeito do que os outros vão pensar sobre você. Esta voz não é você e ela te escraviza a respeito de tudo, desde a forma que você se veste, a forma que você fala e por aí vai a lista é grande.

Para falar a verdade se você for bem sincero (a) contigo, perceberá que nem sabe mais o que gosta de fazer, tal a corrupção dos sentidos que sofreu com o tempo. 

Mas você não é vítima, até agora vem aceitando os padrões e fazendo tudo para os outros e se colocando em último lugar, no entanto se desejar pode mudar tudo neste momento.

Quero chamar a sua atenção para a sua verdade, não há nada mais importante do que isto, porque se você não se atentar para ela, sua vida perde o sentido, a alegria e a suavidade que você tinha na infância. E se você já perdeu, não fique triste, isto pode ser resgatado, desde que você queira.

A criança naturalmente é verdadeira, nós que ensinamos ela a mentir e a falsear. Quer ver só, por exemplo; ela ganha um presente que ela verdadeiramente não gostou, daí o que fazemos, dizemos para ela agradecer e dizer que gostou do presente. Ou seja, neste momento, ensinamos ela a mentir e a falsear como eu tinha dito, só para os outros não pensar nada mal a respeito, isto damos o nome de educação. Ou seja, nossa corrupção começa bem cedo.

Isto para pegar só um exemplo, para não estender demais o artigo.
Então se você chegou até aqui, reflita a respeito da sua verdade, autenticidade e o do que realmente gosta de fazer. 

Pratique o autoconhecimento e se você está perdido (a) e não sabe como fazer isto, contrate um (a) profissional para acompanhar o seu caso. Cuide-se com amor!

Até o próximo artigo, cuide-se com amor!

Um forte abraço.

Adriana Mantana

Coach de Mulheres, Terapeuta e Psicanalista, articulista do Jornal Diário da Manhã e Colunista da Revista Coach Me. Site: www.totalmentemulher.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas ÚLTIMAS NOVIDADES.

Deixe o seu email aqui para receber nossas ÚLTIMAS NOVIDADES.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...