Público de Novos Hábitos

On line agora

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Evite a somatização de doenças, reduza o seu eu crítico.



A crítica é a capacidade e habilidade de julgar e criticar.

O termo "crítica" deriva do termo grego kritike, significando "a arte de discernir", ou seja, o fato de discernir o valor das pessoas ou das coisas. Análise sistemática das condições e consequências de um conceito; significa a teoria, a disciplina ou uma aproximação e uma tentativa de compreender os limites e a validade de um conceito (Fonte: Dicionário informal).

Em meus atendimentos e nos cursos que ministro, percebo o quanto o crítico interior, das pessoas está elevado atualmente.
Este crítico interno judia, maltrata e quer tudo perfeito. Geralmente uma pessoa muito crítica com os outros é muito crítica consigo mesma.


Criticar não gera um conforto interior, muito pelo contrário, traz a angústia, a aflição, a preocupação e o medo. Se você que está lendo esta matéria e tem o hábito de criticar, reavalie sua postura e sua forma de ver as coisas, primeiro dentro de si, depois nos outros.

“Somos o que podemos ser” Engenheiros do Hawaii.

Aceitação é uma palavra que precisa ser exercitada todos os dias, afinal a crítica negativa sobre si, só existe por que não existe a aceitação do que se é.



Entendo que é trabalhoso e muitas vezes cansativo, mas vou te dizer uma coisa, vale muito a pena, porque sua saúde e bem-estar vão te agradecer.

Chega de andar no piloto automático da vida, se criticando e se maltratando todos os dias, o corpo não aguenta e começa a somatizar em doenças é como se o seu corpo falasse: “Já deu, eu não aguento mais, pare tudo e vai dar um jeito nesta sua cabeça”.
Esta tarefa não existe delegação, só você pode fazer, quando começar, vai ver o quanto sua vida vai mudar em todos os sentidos, porque a crítica gera todas as sensações negativas que eu disse no início deste artigo.

Coloque o seu bem-estar como prioridade, desde que comecei a escrever em 2010, sempre falo que é preciso se priorizar, ter um tempo para si e revisar toda a sua forma de ver o mundo (se isto está te fazendo mal). 

Tudo se renova o tempo todo, então cuide-se com mais amor, mude de propósito. Não espere algo mais grave para tomar alguma providência interior.

Você merece o melhor!
Bibliografia sugerida: O poder do agora. (Eckhart Tolle). Um novo mundo. O despertar de uma nova consciência. (Eckhart Tolle).

Grande abraço.

Adriana Mantana

Coach de Mulheres, Terapeuta e Psicanalista

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Como reduzir o medo e a sensação de falta?



O medo é uma sensação que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo.

É também uma reação obtida a partir do contato com algum estímulo físico ou mental (interpretaçãoimaginaçãocrença) que gera uma resposta de alerta no organismo. Esta reação inicial dispara uma resposta fisiológica.

A resposta anterior ao medo é conhecida por ansiedade. Na ansiedade o indivíduo teme antecipadamente o encontro com a situação ou objeto que possa lhe causar algum mal. Sendo assim, é possível se traçar uma escala de graus de medo, no qual, o máximo seria o pavor e, o mínimo, uma leve ansiedade.

O medo pode se transformar em uma doença (a fobia) quando passa a comprometer as relações sociais e a causar sofrimento psicológico. A técnica mais utilizada pelos psicólogos para tratar o medo se chama Dessensibilização Sistemática. 

Com ela se constrói uma escala de medo, da leve ansiedade até o pavor, e, progressivamente, o paciente vai sendo encorajado a enfrentar o medo. Ao fazer isso o paciente passa, gradativamente, por um processo de reestruturação cognitiva em que ocorre uma reaprendizagem, ou ressignificação, da reação que anteriormente gerava a resposta de alerta no organismo para uma reação mais equilibrada (Fonte: Wikipédia).

O medo gera um estado, em que o indivíduo fica paralisado, sem ação. Inicia-se no pensamento, tornar-se uma crença limitante forte, gerando a sensação de medo, ansiedade e também a de falta. Costumo dizer o seguinte: Se você foi capaz de criar isto dentro de você, com certeza você também é capaz de eliminar.



A sensação de falta é tudo aquilo que você olha em volta (tem muitas coisas), mas sente que sempre falta algo, ou seja o seu radar está na ausência de algo.

Neste caso vive-se em um ciclo vicioso, porque é como se o indivíduo tomasse água salobra, sempre quer mais.

Tudo bem ter ambição e desejar tem mais coisas, no entanto torna-se patológico se você não para curtir o que já tem. Porque permanece com a sensação de não tem nada.

O medo de perder tudo, medo de não ter dinheiro para pagar as contas, medo de ser mandado embora. São alguns medos atuais mais cotados, porque aonde quer que você ande, vai encontrar pessoas falando exatamente isto. Além de falar da crise claro. O fato é que tudo isto é transmitido, de uma pessoa para outra.

Existe um filme que se chama: Patch Adams, o amor é contagiante.

Se o amor é contagiante, o medo, a ansiedade e a preocupação também.

Preserve a sua mente, evite andar com gente negativa ou assistir noticiários que no fundo você já sabe, qual a sensação que vai sentir, depois que terminar de ver.

Quer praticar o oposto? Então vamos lá, pegue qualquer coisa que já tenha, pode ser uma caneta, um lápis ou outra coisa. Segure ou veja isto agora na sua mente caso não seja um objeto, mas o seu cachorro que está na sua casa agora por exemplo. Visualize esta imagem na sua mente e sinta, nossa que legal, tenho isto e sinta o seu peito se expandir, com esta sensação do eu tenho.

Sempre que sentir que falta algo na sua vida, pare a sua cabeça e vá para o peito, sinta tudo o que já tem, curta este fato.

Com a prática você verá que o seu foco vai mudar, do aspecto da falta, para o aspecto do eu tenho. Pratique isto é fundamental, com o tempo vai perceber a mudança.

E se você chegou até aqui, caso queira, estou selecionando algumas pessoas para dar uma sessão de coaching e terapia de presente, caso tenha interesse, basta enviar um email para adriana.mantana@totalmentemulher.com.br, me dizendo as suas razões, para eu escolher você para este presente.

Bibliografia sugerida: O poder do agora. (Eckhart Tolle). Um novo mundo. O despertar de uma nova consciência. (Eckhart Tolle).

Grande abraço.

Adriana Mantana

Coach de Mulheres, Terapeuta e Psicanalista, articulista do Jornal Diário da Manhã

terça-feira, 16 de maio de 2017

Meditação para melhorar sua vida afetiva...



Ouça e pratique a meditação para melhorar sua vida afetiva.

Fiz com todo o carinho pensando em você.

Afinal, quem não quer ter uma vida afetiva melhor?

E se você ainda não se inscreveu em meu canal sementinha, se inscreva no link abaixo.

MEU CANAL, SE INSCREVA

Bjuss te vejo por lá.

Adriana Mantana

Coach de Mulheres, Terapeuta e Psicanalista.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

O patinho feio e sensação da inadequação humana.




O Patinho Feio (em dinamarquês Den grimme ælling) é um conto de fadas do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, publicado pela primeira vez em 11 de Novembro de 1843.

Um filhote de cisne é chocado no ninho de uma pata. Por ser diferente dos demais filhotes, o pobre é perseguido, ofendido e maltratado por todos os patos e outras aves.

Um dia, cansado de tanta humilhação, foge do ninho. Durante a sua jornada, ele para em vários lugares, mas é mal recebido em todos. Por fim, uma família de camponeses encontra o "patinho" feio e ajuda-o a superar o inverno.

Quando finalmente chega a primavera, a família devolve-o para o lago, onde ele abre as suas asas e se une a um majestoso bando de cisnes, sendo então reconhecido como o mais belo de todos (Fonte: Wikipédia).

Trazendo a história do Patinho feio para a realidade humana: Quem nunca teve a sensação de ser uma pessoa totalmente estranha (patinho feio), esquisita e inadequada?

Ao se sentir uma pessoa errada, estranha e inconveniente você perde o seu poder, que é atribuído aos outros.


Na educação, geralmente em um momento de raiva, os pais usam suas palavras para o negativo, muitas vezes isto marca a criança para a vida toda. Isto não quer dizer que os pais são culpados, na verdade eles só transmitiram o que sabiam, portanto não resolve jogar a culpa neles. O fato é que ao assumir 100% da responsabilidade por sua vida, você pode retomar o seu poder de volta e ter uma ação positiva sobre sua vida, desta forma irá conseguir mudar toda a trajetória do seu caminho.

Se você teve marcas na infância, não é agradável eu sei disto, mas vamos em frente, a maioria das pessoas tiveram, a grande questão é o que você vai fazer a partir de agora, se achar um (a) coitado (a), não vai te ajudar, muito pelo contrário, agindo assim a sua situação tende a ficar pior.


A primeira coisa a se fazer é ir para um canto ficar com você e iniciar uma relação de amizade, isto mesmo, faça as pazes contigo. Trabalhe o auto perdão, diga para si mesmo: A partir de agora vou ficar do seu lado em todos os momentos, chega de me sentir um (a) errado (a). Eu estou cansado (a) de me magoar e agora vou me tratar da melhor forma possível.

Faça isto todos os dias, tenha o hábito de conversar com você, se acolher e se perdoar por tudo. Não existe nada de errado com você, apenas, algo ficou marcado e uma coisa eu te falo é totalmente possível de ser limpo. Depende do empenho que você terá com você.

Vale muito a pena se dedicar, para deixar de se sentir um patinho feio, você se sente assim, mas no fundo é um cisne lindo, com qualidades maravilhosas que até agora ainda não despertou para isto. Resgate o brilho dos teus olhos, aquele que você tinha em sua infância, quando não tinha medo e nem ansiedade. 

Esta criança está aí em você, se comprometa com a sua dor, só você consegue acessar a chave que abre a porta da satisfação, liberdade, prazer e bem-estar. Se não conseguir sozinho (a), contrate um profissional para acompanhar o seu processo. No YouTube eu gravei uma meditação para curar sua criança interior, basta digitar Adriana Mantana, sugiro que faça mais de uma vez, até se sentir em paz com você. Coloque o seu bem-estar e o seu prazer de viver como prioridade de vida!



Bibliografia sugerida: O poder do agora. (Eckhart Tolle). Um novo mundo. O despertar de uma nova consciência. (Eckhart Tolle).

Grande abraço.

Adriana Mantana

Coach de Mulheres, Terapeuta e Psicanalista

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Diário de Bordo, feriado do dia do trabalhador 2017.



No dia 01 de maio tive a oportunidade de ir na Lagoa Santa, um lugar com água termal, pense em um lugar lindo.

Esta é uma foto que tirei de lá.

Bom gostei muito, a grande questão que sugiro, para os donos do lugar é que evitem o barulho de música ao vivo. Eu gosto de música ao vivo, mas não em um lugar como este, que remete a paz, tranquilidade e equilíbrio.

Na verdade fomos para lá, para ter sossego e fugir do barulho, quando chegamos lá, nos deparamos com uma música muito alta.

O clima que era para ser de paz, na verdade ficou agitado.

Mas tirando isto, o lugar é super lindo, indico para quem quiser tirar belas fotos e ter o contato com os peixes diretamente. Porque os peixinhos ficam em contato direto com a nossa pele.

Afinal entramos na lagoa que é deles.

Muito bom!!!

Vale a pena passear e aproveitar todos os momentos de nossas vidas.

E se você pessoa querida ainda não se inscreveu no meu canal se inscreva, publiquei semana passada a meditação para cura da criança interior (todos nós temos), vale a pena ouvir várias vezes e ir se curando.

MEU CANAL SE INSCREVA

Bjusssssssssss.

Adriana Mantana... Sendo eu mesma.

Receba nossas ÚLTIMAS NOVIDADES.

Deixe o seu email aqui para receber nossas ÚLTIMAS NOVIDADES.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...