Público de Novos Hábitos

On line agora

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Quando temos amor...



Quando temos amor, sabemos compreender o nosso próximo, mesmo nas divergências de opiniões;
Quando temos amor, conseguimos respeitar aqueles que não pensam como pensamos;
Quando temos amor, a nossa palavra é mansa e a nossa voz é doce e mesmo nas necessidades de ser energéticos, jamais ferimos nosso irmão;
Quando temos amor, entendemos que é preciso amparar aqueles que seguem na retaguarda, estendendo nossas mãos para ajudá-los a caminhar;
Quando temos amor, não ficamos a observar o que os outros estão fazendo, pois que estamos ocupados em realizar as nossas tarefas, no cumprimento dos deveres;
Quando temos amor, não permitimos que nosso companheiro se sobrecarregue de serviço, pois logo saímos a socorrê-lo, oferecendo nossa cota de contribuição;
Quando temos amor, não vergastamos nosso irmão com o chicote da crítica, mas sim buscamos identificar nele um filho de Deus em provas e expiações a caminho do progresso;
Quando temos amor, não derramamos o fel da amargura e nem tampouco nos prestamos às lamentações infindáveis, pois que, como filhos de Deus e irmãos de Jesus, reconhecemos o imenso carinho com que as Leis Divinas nos cercam;
Quando temos amor, enxergamos em cada criatura um irmãos a ser abraçado, um amigo a ser afagado;
Quando temos amor, ao invés do comentário vazio e inútil oramos por todos aqueles que caminham conosco;
Quando temos amor, a todo instante, estamos rogando a Deus que abençoes e ampare os que se aproximam de nós, para um trabalho coletivo, em benefício dos que sofrem mais do que sofremos;
Quando temos amor, no grupo a que nos ligamos, procuramos ser o que mais contribui, mais seve e trabalha, o que menos condena, julga e tece críticas;
Quando temos amor, nossos gestos são de compreensão e ternura, fraternidade e desejo sincero de ser luz que ilumina e afasta as trevas que escurecem a estrada dos seres humanos;
Quando temos amor, sabemos esperar com paciência hoje, para realizar as nossas conquistas e sonhos amanhã;
Quando temos amor, estudamos muito para melhor compreender as dinâmicas leis da vida;
Quando temos amor, esquecemos as nossas dores para nos preocuparmos com as dores do próximo;
Quando temos amor, calamos os nossos melindres, o orgulho, a vaidade, a pretensão, a arrogância e o egoísmo para provermos a felicidade do próximo;
Quando temos amor, não procuramos defeitos nos outros, mas sim nos esforçamos para combater os nossos, que causam a nossa infelicidade;
Quando temos amor, somos em qualquer lugar, um digno representante divino a espalhar as bênçãos da paz e a sublimidade dos sentimentos, colocando-nos na condição do lenço amigo que deve enxugar as lágrimas dos irmãos de caminhada.
 
 
Resumindo, o AMOR é a solução da VIDA!

Do livro – Caminhos de Esperança – Waldenir A. Cuin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba nossas ÚLTIMAS NOVIDADES.

Deixe o seu email aqui para receber nossas ÚLTIMAS NOVIDADES.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...